Projetos Vencedores Orçamento Participativo Benfica 2014

A fase de votação dos projetos do Orçamento Participativo de Benfica 2014 terminou no dia 30 de setembro, com uma participação de 218 eleitores de Benfica que votaram em um, dois ou três dos 13 projetos propostos pela população e selecionados para a fase final de votação do Orçamento Participativo de Benfica.

 

No total houve 600 votos válidos distribuídos da seguinte forma:

 

Projetos Verba Votos
1          3.000 € 72
2          1.500 € 33
3          5.000 € 40
4          5.000 € 34
5          3.000 € 17
6          3.000 € 65
7          3.000 € 31
8          5.000 € 34
9          5.000 € 26
10          3.000 € 46
11          5.000 € 89
12          5.000 € 28
13          5.000 € 85

 

Os projetos mais votados foram seleccionados de acordo com o estipulado no Regulamento do Orçamento Participativo da Junta de Freguesia de Benfica. Deste modo os projetos vencedores foram os seguintes:

 

Projeto nº11 – Custo: 5000€ – Votos 89

Intervenção: Cultura

BENFICARTE – Festival de Arte Urbana
Um dos problemas públicos que mais atenção tem merecido nos últimos anos, são as acções de vandalismo que marcam as nossas ruas, e que denigrem a imagem da cidade e da freguesia. Apesar dos esforços realizados pelo estado, câmara e juntas, em acções de limpeza e alterações constitucionais, relativas a este fenómeno; Estas caiem por terra, sendo incapazes de resolver este fenómeno. Apesar das acções de remoção e limpeza serem eficazes, são eficazes também para que os graffiti writers obtenham espaços mais limpos onde possam deixar a sua marca; Após a limpeza total da nossa freguesia (cerca de 5-6 meses atrás), atingimos novamente um momento em que as paredes estão repletas de tags, assinaturas e outras formas de expressão livre e ilegal. Desta forma apenas podemos constatar que as acções que têm sido realizadas não combatem o vandalismo, talvez até o incentivem.

Desta forma apresento como projecto de Orçamento Participativo para a Junta de Freguesia de Benfica, a realização de um Festival de Arte Urbana; Um evento com um calendário alargado, onde possa ser explorado este fenómeno do século XX, por forma a enraizar os interesses artísticos e culturais, integrando artistas de arte urbana na sociedade, conseguindo reabilitar espaços através da arte urbana, acrescentando interesse artístico e cultural a espaços que hoje denigrem a imagem da nossa freguesia. Mais importante que decorar as principais avenidas da cidade, para estrangeiros e turistas as admirarem; Mais importante é decorar espaços por toda a cidade, e aqui, na nossa freguesia para os fregueses e moradores possam co-habitar em maior harmonia e vivência. Trata-se de um projecto de integração social através da arte, arte urbana, como forma de dinamizar alguns do s espaços mortos nas ruas de Benfica

Recuperação artística de espaços vandalizados, acrescentado valor artístico e patrimonial através das intervenções realizadas.

Integração da comunidade infantil e juvenil, com a realização de mostras e workshops, onde o conceito de graffiti e arte urbana sejam desmistificados e esclarecidos, através do contacto com esta forma de expressão artística.

Integração da comunidade Senior, com a realização de mostras e workshops, onde o conceito de graffiti e arte urbana sejam desmistificados e esclarecidos, através do contacto com esta forma de expressão artística.

 

Projeto nº13 – Custo: 5000€ – Votos 85

Intervenção: Cultura

Dinamizar as noites de Verão na freguesia, com animação cultural durante o verão

 

Projeto nº1 – Custo: 3000€ – Votos 72

Intervenção: Educação

No âmbito da Educação e com vista à integração das pessoas com dificuldades cognitivas, de desenvolvimento e motoras, haver campanhas de sensibilização nas escolas do Agrupamento de Benfica.

Explicar melhor as doenças mentais e ajudar a população a entender as pessoas “diferentes”. Criar uma rede de suporte a nível de voluntariado e especialistas que orientem jovens para cursos profissionais, quando estes não se adaptem ao ensino (dito) normal. Criar grupos de “terapia coletiva” para partilha e troca de ideias e vivência entre os pais destas mesmas crianças. Quebrar a angústia da “solidão” existente nestas famílias.

 

Projeto nº6 – Custo: 3000€ – Votos 65

Intervenção: Espaço Público

Campanha de sensibilização sobre recolha do lixo e novas competências da Junta de Freguesia e CML.

 

Projeto nº10 – Custo: 3000€ -Votos 46

Intervenção: Espaço Público

Mensagem: Colocação de bancos e assentos em locais disseminados pela freguesia.

 

Projeto nº3 – Custo: 5000€ – Votos 40

Intervenção: Educação

Venho por este meio propor a criação de “mini-bibliotecas” assente na metodologia de “book-crossing”. Ideia esta muito utilizada internacionalmente e já implementada numa cabine telefónica na Avenida Guerra Junqueiro em Lisboa. Mas com a devida politica de doação bem estabelecida e descrita.
Por uma questão de gestão do orçamento disponível, as “instalações” a utilizar poderiam ser mediante a reabilitação de cabines, veículos, quiosques que V.Exas possam ter conhecimento e sejam propriedade da Câmara de Lisboa ou da Junta de Freguesia de Benfica e estejam inativas. Proponho igualmente a criação de uma mini-biblioteca com temática infantil numa “casa de arvore” construída para o efeito, num dos parques da Freguesia. Todos estes locais e conteúdos das “mini-bibliotecas” poderiam ser fruto de uma votação dirigida à nossa comunidade.
Com este ponto de partida há uma panóplia de parcerias possíveis: exemplo da livraria alfarrabista Ulmeiro da nossa freguesia onde alguns livros poderiam ser adquiridos, talvez uma parceria com a rede de bibliotecas municipais de Lisboa.
Quiçá um ponto de partida para a existência de uma biblioteca pública em Benfica e para a estimulação da leitura e literacia na nossa população já bastante idosa, funcionando muitas vezes como biblioterapia e bibliopsicologia .Assim como a preservação do sentido de cidadania, civismo, solidariedade e autoconhecimento.

Os comentários estão fechados.