Zona 30 – Bairro do Charquinho

Screen Shot 2013-10-24 at 00.48.30O vereador da Mobilidade, Fernando Nunes da Silva, a presidente da Junta de Freguesia de Benfica, Inês Drummond, acompanhados de Tiago Ferreira, presidente da Associação de Moradores do Bairro do Charquinho, estiveram presentes, dia 23 de outubro, na inauguração da Zona 30 deste bairro de Benfica.

O projeto da Câmara, executado pela Junta, e com a colaboração permanente dos moradores, permitiu a realização de um “trabalho de filigrana”, em que “as pessoas foram ouvidas” salientou o vereador, no seu último dia na autarquia.

Na despedida, assinalou ainda a importância do diálogo entre a Câmara e as Juntas, cujos resultados são “visíveis neste processo”, considerou, lembrando que até ao final do ano deverão ser lançadas as restantes Zonas 30.

A intervenção no bairro, que ganhou 91 lugares de estacionamento, um jardim, um parque infantil e um espaço de lazer para idosos, “devolveu o espaço aos moradores”, que se “envolveram ativamente” no desenho final do projecto, um fator importante para que “as pessoas sintam o espaço como seu e o estimem” disse Nunes da Silva.

Inês Drummond, presidente da Junta de Freguesia de Benfica, congratulou-se com a colaboração estreita entre os técnicos da Câmara e da Junta, que lhe permite hoje assumir estar “mais preparada para realizar este tipo de obras”.

O processo, “muito participativo”, justificou uma palavra de agradecimento aos moradores, que viram realizadas as alterações propostas, após a análise dos dois projectos iniciais da Câmara e da Junta.

Tiago Ferreira, residente no bairro há mais de 30 anos, fez um balanço “muito positivo “desta intervenção, dando voz à satisfação dos moradores, pela “ligação permanente entre a Junta e a Associação”, que permitiu ultrapassar alguma “resistência inicial”.

O Charquinho é o primeiro de uma série de seis bairros de Lisboa que, numa primeira fase, serão transformados em Zonas 30, marcando também o lançamento do projeto estratégico “Zonas 30 – A rua é de Todos”, com vista a: reduzir a velocidade de circulação, a ocorrência e a gravidade de acidentes; diminuir o tráfego de atravessamento; reduzir a poluição sonora e ambiental; aumentar a segurança do peão; aumentar o estacionamento para residentes; melhorar a qualidade de vida dos moradores.

Screen Shot 2013-10-24 at 00.48.00

Screen Shot 2013-10-24 at 00.48.14

 

 

 

 

 

 

 

 

 

(notícia CML)

Os comentários estão fechados.